3

E agora, quem poderá nos defender. Será o Chapolin Corolorado?

chapolin

Os policiais militares e bombeiros realizaram dois movimentos paredistas: um no ano de 2011 e outro em 2014, ambos reivindicavam melhorias para a categoria. Nos dois movimentos, buscou-se a valorização salarial, uma lei de promoção justa, uma carga horária de 40 horas semanais, fim do RDE(Regulamento Disciplinar do Exército) e condições dignas de trabalho.

Os militares deram suas caras a tapa, lideranças foram presas, ameaçadas, transferidas, responderam processos administrativos, na justiça foram processados por crimes militares simplesmente por lutarem por melhorias dignas de trabalho.

Em 2014, após a greve, veio logo as eleições e na disputa de 14 candidatos em todo o Estado, elegeu-se o Cabo Campos, uma figura carismática que se destacou entre todos os militares pela suas aparições estratégicas nas greves da PM e acabou se elegendo a deputado estadual.

Com a vitória de Campos, os militares, em especial as praças, teriam consolidado sua força e demonstrado que o poder de decisão estavam nas mãos das praças da Polícia Militar e Corpos de Bombeiros. O sonho estava realizado, pela primeira vez na história, os militares do Maranhão, teriam elegido um representante legítimo de dentro das bases das Corporações militares. Seria a salvação dos militares e todos apostariam que verdadeiramente os PMs e BMs, teriam um grande defensor e lutador das causas militares. Agora era a vez das praças, por que teriam eleito um dos seus, fruto dos movimento militares.

O Cabo Campos, antes de ser deputado, foi candidato a vereador e a vice-prefeito em 2012. As greves caíram como um verdadeiro “maná” nas mãos do Cabo, pois somente nelas que o militar conseguiu realizar o seu grande projeto de chegar ao parlamento.

No primeiro ano, Campos, jogou de uma só vez 14 proposições que conotaria uma demonstração que o deputado estava disposto a lutar pela categoria. O cabo começou com tudo, saiu logo com 100KM/h.

No primeiro ano de sua legislatura, foi eleito o presidente da Comissão de Segurança Pública, os militares estavam bem na fita, pois o seu líder maior havia chegado no topo do poder e estrategicamente a comissão seria uma fortaleza para os policiais militares e bombeiros.

Tudo parecia que estava dando certo, o deputado, estava atento a todas as demandas dos militares, não passava nada que não estive ao seu alcance ou conhecimento. Os novos rumos dos militares nos próximos 4 anos seria das “vacas gordas”, todos tinham consciência que o deputado não faria milagres, mas teriam um lutador de fato e um representante que poderia em prol dos militares pressionar o governo do Estado a olhar para os militares.

Como tudo que é bom dura pouco, o sonho da representatividade dos militares foi virando um verdadeiro pesadelo e uma decepção das mais frustrantes que já se imaginou.

Notou-se que após passado a “lua de mel” com os militares, o deputado Cabo Campos, simplesmente desapareceu do meio dos militares. Não se viu mais o deputado nas rodas de conversas, nos quarteis, nos eventos e nem tão pouco lutando pela categoria no parlamento.

As demandas propostas na greve, foram engavetadas e o deputado, simplesmente silenciou-se. O parlamentar não cobra nada do governo, não usa a tribuna para defender sua categoria que o elegeu.

Militares estão morrendo, desaparecendo, continuam com as precárias condições de trabalho e simplesmente o deputado está ” Deitado eternamente em berço esplêndido”.

O sonho do “eldorado” dos militares dissipou-se, com isso num efeito cascata as associações se enfraqueceram, as lideranças sumiram, pois viraram alvo fáceis e ficaram vulneráveis.

E agora, quem poderá nos defender? Só restou aos militares chamarem pelo Chapolin Colorado.

0

Diretoria de Ensino da PMMA divulga processo seletivo para o CAS, CEFS e CEFC

DE1

Diretoria de Ensino divulga processo seletivo para o CAS, CEFS e CEFC

Para mais informações acesse o processo seletivo por meio do link: http://www.pm.ma.gov.br

0

Imperatriz: Esquadrão Águia do 3º BPM apreende menores e simulacro de arma de fogo

 

1d

 

A guarnição da PM(Esquadrão Águia)  realizou intensa e incessante abordagens na região do bairro Vila JK, com intuito prender elementos que praticava assaltos na região, foi avistado pelos policiais dois elementos menores de iniciais: D. M .A (16 anos ) e R. P. SILVA (16 anos),  em atitude suspeita. Após a busca pessoal nos mesmos foi encontrado um simulacro de arma de fogo.

1a

1b

1a

1cOs suspeitos foram apresentado no Plantão Central, sem lesões corporais, juntamente com os objetos apreendidos.

MATERIAL APREENDIDO

– UM SIMULACRO DE ARMA DE FOGO SEMELHANTE AO MODELO TAURUS 24/7
– DUAS BICICLETAS

0

Presidente da Associação de Cabo e soldados de Imperatriz anuncia a morte do soldado reformado Enésio

af32ac24-a704-4cf2-bbed-87e22cc0ac07

Soldado reformado Enéas

INFORMATIVO ARCSPMIA

Infelizmente venho INFORMAR a todos PM’s, BM’s, Reformados e Pensionistas que a PMMA acaba de perder mais um guerreiro, um combatente, um veterano de guerra. FALECEU às 03:00 hs de hoje, no Hospital Santa Mônica, vítima de infarto agudo do miocárdio o SD ENÉSIO PEREIRA BISPO, Reformado /81, meu companheiro de lutas, representante dos PM’s Reformados.

Peço a Deus que o receba de braços abertos e coloque-o em um bom lugar, e conforte a esposa, os filhos e familiares!!!!!!

O velório será na Rua Henrique Dias n° 1336 “D”, entre as ruas Dom Pedro I é Dom Pedro II, no Bacuri.

“Combati o bom combate, acabei a carreira e guardei a fé”. 2 Timóteo 4:7

Ass.: Subtenente Adelino
Presidente da ARCSPMIA

0

60 dias depois: polícia ainda continua sem pistas de PMs desaparecidos

militares

Soldado Carlos Alberto e Cabo Júlio César da Luz Pereira

Nesta terça-feira, 17, completam-se dois meses que o cabo Júlio César da Luz Pereira e o soldado Carlos Alberto Constantino Sousa, ambos da Polícia Militar, desapareceram. Os policiais foram vistos pela última vez na Região de Buriticupu, no dia 17 de novembro, e estavam em uma caminhonete L200.

Segundo informações do comandante de Policiamento do Interior (CPAI 3), tenente-coronel Markus Lima, as polícias Militar e Civil têm intensificado as buscas na localidade e em outras regiões do estado para tentar encontrar os militares, mas até o momento sem sucesso.

No último dia 12, um vaqueiro, nome não revelado, encontrou um carro queimado em um matagal, localizado entre as cidades de Pastos Bons e Nova Iorque do Maranhão. Havia no banco da frente um corpo carbonizado. No dia seguin­te, profissionais do Instituto de Criminalística (Icrim) de Imperatriz estiveram nesse local, onde realizaram uma perícia e o corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) para ser identificado, já que havia suspeitas de que poderia ser de um dos militares desa­parecidos.

Familiares das vítimas acreditam que esse corpo não seja de um dos desaparecidos, pois o carro queimado não é o mesmo em que os militares foram vistos pela última vez na cidade de Buriticupu. Ainda ontem, o resultado do exame pericial do corpo carbonizado não tinha sido divulgado.

Entenda o caso
A esposa do soldado Carlos Alberto, Maria Cristina, declarou que todo momento está à espera de notícia do policial. O soldado, que está lotado na cidade de Buriticupu, se apresentou no local de trabalho no dia 17 de novembro (data do desaparecimento) às 8h. Segundo informações da polícia, o militar pediu para sair mais cedo, sob a condição de se reapresentar para o trabalho no dia seguinte, o que não ocorreu.

Testemunhas contaram à polícia que, na noite em que desapareceu, o soldado Carlos Alberto Sousa foi visto em um veículo em companhia do cabo Júlio Pereira, lotado na cidade de Estreito, circulando na zona rural do município de Buriticupu. A polícia ainda ontem não tinha pista dos desaparecidos.

Fonte: http://imirante.com

3

Concurso Público: CRM-MA abre inscrições para o ensino fundamental e médio

CRM-MA-2017

SÃO LUÍS – Abrem, hoje (16), as inscrições para o concurso do Conselho Regional de Medicina do Maranhão (CRM-MA), organizado pela Fundação Sousândrade de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). São ofertadas 45 vagas, no total.

A taxa de inscrição par ao nível médio é de R$ 40 e R$ 60, nível superior. Os salários variam entre R$ 1.100 e R$ 1.900, com carga horária de 40h semanais. As inscrições devem ser feitas pelo site da Fundação Sousândrade, entre as 10h de hoje e as 18h do dia 13 de fevereiro.

De acordo com informações do edital, há vagas para os cargos de Assistente Administrativo (cinco), Auxiliar Administrativo (sete), Motorista (uma), Recepcionista (uma), Técnico Contábil (uma), Técnico de Informática (uma) e Porteiro (29). As oportunidades são para os municípios de São Luís, Açailândia, Bacabal, Codó, Caxias, Chapadinha e Imperatriz.

Fonte: http://imirante.com

Veja aqui o Edital Completo no link abaixo.

(https://www.fsadu.org.br/c/1236/get_doc.php?id=18&c=c05f737a13d38c087712d883d61523af500e98fe)

0

Colégio Militar Tiradentes – Unidades II, III e IV divulgam locais de prova

 

180 2

As Unidades de Imperatriz (Unidade II), Bacabal (Unidade III) e Caxias (Unidade IV) do Colégio Militar Tiradentes da Polícia Militar do Maranhão, informam que as provas do concurso serão aplicadas em uma única fase, no dia 15 de janeiro de 2017 (domingo), com 04 (quatro) horas de duração.

Os candidatos ao 6º, 7º, 8º e 9º ano devem estar nos locais de prova no máximo até às 07h30, quando os portões serão fechados e ninguém mais entrará. As provas iniciarão às 08h00.

Os candidatos à 1ª, 2ª e 3ª série do Ensino Médio devem estar nos locais de prova no máximo até às 13h30, quando os portões serão fechados e ninguém mais entrará. As provas iniciarão às 14h00.

Ao comparecer ao local das provas, o candidato deverá portar, obrigatória e unicamente:

I.Cartão de confirmação de inscrição com foto;
II.Original do documento de identidade, carteira de estudante ou qualquer outro documento oficial com foto;
III.Caneta esferográfica de tinta preta.

Não será permitida a utilização pelos candidatos durante a realização das provas de: máquinas calculadoras, rádio, telefone celular, bip ou similares.

Locais de prova CMT II (Imperatriz).
Locais de prova CMT III (Bacabal).
Locais de prova CMT IV (Caxias).

Clic no link abaixo

(http://www.pm.ma.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=4847&catid=14&Itemid=435)

Fonte: http://www.pm.ma.gov.br

0

3º BPM em Ação: Prisões, apreensões e recuperações de veículos e objetos nas últimas 48 horas em Imperatriz

 

 

 

 

Furto de Motocicleta

5.3

5.4

5

5.6

5.2

5.1

Em rondas e abordagens no Bairro Jardim Sumaré, no Residêncial Sebastião Regis, a Força Tática do 3º BPM, se deparou com dois elementos, Ismael Matos de Melo e  Antônio Djens Borba da Silva, em uma Moto Fan Vermelha que empreenderam fuga da guarnição. Os mesmo empreenderam fuga ao avistar os policiais, contudo foram alcançados e foi constatado que um dos elementos estava usando tornozeleira eletrônica. Quando foram indagados sobre a procedência da Moto, os mesmo falaram que a mesma foi furtada no Bairro Boca da Mata. Diante das informações todos foram levados para o Plantão Central para os procedimentos cabíveis.

OBJETOS APREENDIDOS
– Motocicleta Honda Fan Vermelha Placa NXE 7488

Mandado de prisão a cumprir em desfavor de Roberto Rodrigues 

3.2

3.3

Mandado de prisão

A PM ao fazer abordagem no elemento conhecido como Nikito, Roberto Rodrigues de Sousa, foi encontrado uma arma branca, posteriormente ao fazer a Consulta junto ao Servico de Inteligência do 3º BPM foi constatado um mandado em desfavor do mesmo da comarca de IMPERATRIZ. O conduzido foi apresentado na Depol para os procedimentos cabíveis.

MATERIAL APREENDIDO

-1 faca
– $26.80
-1 Porta Cedulas contendo dois cartõesde credito em nome do mesmo.

Porte ilegal de arma de fogo e roubo a pessoa 

1

2

3.1

Moto recuperada

A Guarnição da PM em rondas no bairro Vila Macêdo, quando avistou uma dupla por nomes: MATHEUS SILVA DOS SANTOS, 18 anos e CAINÊ CARDOSO NASCIMENTO, 19 anos, em uma moto fan de cor preta em atitude suspeita, foi feito o acompanhamento e em seguida a abordagem. Os pms encontraram um revolver cal. 32 e objetos do roubo. De acordo com os policiais, a motocicleta teria sido roubada no mesmo dia pelos mesmos suspeitos.

Os acusados foram entregue a delegacia de Polícia sem lesões.

MATERIAL APREENDIDO

– 1 REVÓLVER CAL.32 COM 5 MUNIÇÕES INTACTAS E 1 DEFLAGRADA v .
– 4 CELULARES SAMSUNG .
– 1 RELÓGIO TECNOS.
– 1 CORDÃO DE COR DOURADA
– 1 MOTOCICLETA FAN 150 DE COR PRETA , PLACA : PSG 9749.
– 2 CAPACETE .

Mandado de Prisão

3bpm hoje1

3bpm hoje

 

A guarnição após ter informações juntamente com o Sd Elismar que o indivíduo conduzido, Evandro Ramalho de Sousa, teria um mandado de prisão em aberto, foi feito a abordagem e após identificação, constatamos a veracidade da informação de que contra o mesmo existe um mandado de prisão por homicídio fato ocorrido no povoado Coquelândia, foi dado voz de prisão e feito a entrega no DP para os devidos procedimentos.

 

3

Manifesto da FENEME a respeito do Plano Nacional de Segurança Pública Nacional Lançado pelo Ministério da Justiça

A Federação Nacional dos Oficiais Militares Estaduais (FENEME), representante de 43 entidades de Oficiais das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares do Brasil em 25 Estados e Distrito Federal vêm, perante a sociedade, manifestar a mais profunda decepção e desaprovação com o Plano Nacional de Segurança Pública, lançado na última semana pelo Ministro da Justiça Alexandre de Moraes.

O Plano literalmente ignorou em suas 62 páginas a existência da Polícia Militar, instituição mais que centenária incumbida pela Constituição Federal pela polícia ostensiva e preservação da ordem pública, atividade e missão que responde por cerca de 70% de todo o efetivo diretamente envolvido na segurança pública nos Estados e Distrito Federal, presentes e protegendo em todos os 5.570 municípios no Brasil.

Nas palavras do Ministro Alexandre de Moraes, foram ouvidos Secretários de Segurança dos estados e Chefes da Polícia Civil, estes por duas ocasiões, ignorando sistematicamente os Comandantes-Gerais das Polícias Militares dos Estados e Distrito Federal, responsáveis diretos por quase meio milhão de profissionais, por isso a constatada ênfase reativa e repressiva do documento, que tenderá a inchar ainda mais o já caótico sistema prisional brasileiro.

Infelizmente não temos como ver sucesso num plano que não tenha ouvido e contemplado a Polícia Militar, um importante ator da segurança pública, aquele que garante a normalidade democrática, presente no dia-a-dia das ruas das cidades, onde ocorre grande parte dos crimes que tanto temor trazem a população, que tem em suas matrizes operacionais a prevenção da violência e da criminalidade.

Apenas para citar uma medida que poderia estar no Plano e que não geraria custo algum ao erário, pelo contrário, e de grande impacto positivo e que há anos defendemos, inclusive perante o Ministro da Justiça, seria a adoção do ciclo completo de polícia para a Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal, pelo menos nas infrações penais de menor potencial ofensivo. Tal medida permitiria que considerável efetivo da Polícia Federal e Polícia Civil se concentrassem na melhora substancial da resolutividade das investigações de crimes praticados por organizações criminosas e principalmente nas que causam 60.000 homicídios por ano no Brasil.

Confiamos que o Presidente Michel Temer, com a experiência adquirida na área da segurança pública e por isso conhecedor da importância da Polícia Militar, intervirá para que o Plano Nacional de Segurança Pública não se transforme, como outros que outrora foram apresentados em momentos de crise, em mera estratégia de distribuição de recursos federais.

Brasília, 09 de janeiro de 2017.

MARLON JORGE TEZA

CORONEL PMSC PRESIDENTE

5

Cadê a Comissão Especial dos policiais militares e bombeiros Cabo Campos?

cabo-campos

E aí chefia, estamos chegando para lutar por vocês

“O político atual que não se preza a receber críticas, que não se preza a receber sugestões, que se acha o super – homem, que se acha o Deus na terra, ele não prospera.”  (Cabo Campos no vídeo abaixo).

 

Depois de dois ano criada, a comissão especial do governo, responsável pelos trabalhos dos policiais militares e bombeiros do Maranhão, simplesmente desapareceu e ninguém sabe por onde se enfiou todos os projetos que foram elaborados pela dita comissão e nem o que se produziu. Veja no vídeo acima o que o deputado falou a respeito da comissão especial.

Entenda o caso

No primeiro dia do atual governo, foi baixado o DECRETO Nº 30.617, DE 02 DE JANEIRO DE 2015, que criava uma comissão especial dos militares para fazerem estudos e elaborarem projetos pertinentes as regras de: Ingresso, lotação, transferência e promoção dos membros da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar.

Passado mais de dois anos, a comissão escafedeu-se, os projetos não passaram do papel e os militares continuaram sem o seu código de ética, lei de promoção, carga horária de 40 horas semanais.

Cadê o Cabo Campos que se intitula o representante legítimo e defensor dos militares? Onde está a Comissão? Por que Vossa Excelência está em silencio ? O que está acontecendo?

O blog vai continuar fazendo o que sempre vem se propondo: cobrar do deputado Cabo Campos uma posição com relação a comissão especial e cobrar do governo a recriação desta comissão.

O parlamentar tem que sair desse “berço esplêndido” e voltar a lutar pela categoria que o elegeu.